torna-se tudo mais fácil quando temos a oportunidade de desabafar .

Olááááá.


Não acredito que é o primeiro post do ano de 2010 :O. Meu deus, que distraída que sou! Nunca mais me lembrei de vir cá postar.

As coisas até têm estado encaminhadas. Tanto na escola, como em casa, como com o namorado e amigos.

Eu e o meu namorado estamos quase a fazer 4 meses e ontem tivémos um dia lindo, lindo, lindo $:. Não sei como é possível, mas cada vez gosto mais dele (e eu já gosto muito, acreditem). Ainda bem que apareceu na minha vida. Ainda bem!


Era só para actualizar, apesar de para vocês serem desabafos parvos, para mim... enfim, é mesmo o que sinto :$.


ESPERO QUE ESTEJA TUDO BEM CONVOSCO.


Beijinho grande.


With love,


Filipa.

 

Ah!, e FELIZ DIA DOS NAMORADOS :B.

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 12:45 | link do post
sinto-me: Com fome :b.
música: Homer Simpson a falar :B.

Olá, minhas caras leitoras (cof, cof; é que ninguém lê o que escrevo .___.)


Estava eu muito bem na casa-de-banho, a tomar banho, quando a minha mãezinha lembra-se de ir buscar qualquer coisa. Começo a falar da passagem de ano e do facto de, em princípio, ir passá-la a Viseu, a casa do meu ex-namorado.
Eu começo a argumentar e a argumentar, de modo a não ir, visto que não quero dar trabalho, nem ser tipo colas (eles é que me convidaram, mas coise...) e começo a dizer: Ah, mas eu já nem falo com o J., ao qual ela me responde:


- " Deixa estar, que ele é que perde." - Eu fiquei tipo 'wtf', sem perceber e arrisquei perguntar porquê e ela respondeu, mais uma vez, com uma paciência incrível. - "De não te ter feito caso."


Apesar de ser passado e de eu actualmente ter namorado, fez-me bem ouvir isto da boca da minha mãe. Senti-me mesmo bem.


Acompanhando a isso, entro muito bem no messenger e quem é que vem falar comigo? A irmã do J. Pois claro, hoje é dia de J. A miúda tem 12 anos, é uma querida e tem uma mentalidade incrível. Esteve a desabafar comigo, a contar os seus problemas e disse algo que me estremecer.


C: Claro que nunca me esqueço de ti. És minha amiga. Além do mais, foste uma das namoradas do meu irmão.

A: Pois, querida, mas como sabes, isso agora já não interessa e quero que me vejas como tua amiga.

C: Ok, tu és minha amiga. Sem qualquer outras coisas.


E fez-me recordar que sou bem-vinda lá em casa e que os pais - e ela - têm saudades minhas. Quanto a ele? Nada sei. Se me interessa? Já nem quero saber. Recodámos as fantásticas férias de Verão que passámos juntos e revemos algumas peripécias causadas pela M.


Espero que as férias estejam a correr bem. Beijinho :D.


PS: Ah! Hoje o meu cunhado faz anos e eu ainda nem lhe dei os parabéns .___.


CYA @

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 16:59 | link do post
sinto-me: nostálgica.
música: Covers.
tags: , , , , , , ,

*


Pois é... Livros! Hoje fui à Fnac aproveitar os vales de desconto oferecidos à minha irmã. A dita cuja comprou três policiais para ela e eu resolvi optar por um livro da Jodi Picoult - Uma questão de fé. Ando a ler para aí uns 5 livros ao mesmo tempo - incluíndo os Mais, de Eça de Queirós, para a escola - e vamos ver a disponibilidade que vou ter para o começar a ler (estou curiosa!)


Engraçado... Ao andar à caça aos livros e ao ver esta fotografia, relembrei uma Sexta-feira passada na companhia do meu namorado - e amigos - numa Livraria que abriu falência (Buchholz). Ele está longe e pronto, as saudades apertam. Que venha o dia 30 para ele estar de volta!


Beijinhos, meninas (L).

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 00:52 | link do post
sinto-me: c/ vontade de ler
música: 99 times

Hey there.


"- Quantas vezes apostaste a tua vida?
- Apostei a minha mil vezes.
- Perdeste tudo?
- Sim, perdi sempre tudo."

 

Por: José Luis Peixoto.


Hoje fui ver a peça de teatro da S. e gostei imenso do poema que foi citado; este e outros, mas este consegue dizer bastante a quem já deu tudo o que tinha e perdeu ainda mais.


Fiz o último teste, YAY! - E já sei a nota :D.


E acho que vou ter umas notas muito jeitosas, principalmente a FQA, a PT, FIL, (...). I hope so!


Beijinhoooo (L).


O resto de uma boa semana :D.

 

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 23:59 | link do post
sinto-me: Cansada, mas bem |m|
música: Raquelita a cantar :D.

Não há nada melhor do que acabar a aula de Matemática e ir ter ao nosso campo, pousar a mala. Ir com a J. à pastelaria, voltar e ver o meu namorado no campo, a jogar. E sim, até é do melhor ter o meu namorado na turma. Melhor, melhor, é ficar lá um bocadinho e ir dar um passeio, antes de ir para casa. Lanchar com ele, com a M. e com o R. e estar mais um tempinho com ele. Já cheguei a casa e o que posso dizer? Estou completamente nas nuvens :$.



 

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 18:45 | link do post
sinto-me: amo-te, (:
música: meet me halfway.
tags:

Tenho aprendido a viver com a perda - ao não pensar nela.

Tenho aprendido que há pessoas que nos surpreendem, pela positiva, a cada minuto que passa.

Tenho aprendido que uma pessoa é capaz de nos conquistar, não só pelo apoio incondicional que nos dá, mas também graças às atitudes bonitas que têm para connosco.

Tenho aprendido a construir algo e tu sabes... Tu gostas de mim, mas também não me és totalmente indiferente.


Thank's a lot.

Thank's for everything.


With love,


Filipa.

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 09:48 | link do post
música: Placebo - Happy you're gonne.
sinto-me: com vontade de estudar \m/

Nunca acreditei no para sempre, mas pensei que tu irias estar sempre comigo, fosse a que distância fosse, por mais mágoa que houvesse e por mais saudades e orgulho que estivesse envolvido.

Agora não estás comigo e tudo o que treinava e adicionava, dia após dia, para te dizer, confessar, desculpar-me, não pode ser dito - não me ouves. Talvez ainda esteja em transe e ainda não acordei para a realidade. Talvez tudo não passou de um pesadelo e amanhã ligarás para casa, novamente, para falares com a mãe. Iria-te despachar, para ouvir o menos da tua parte, para me manter forte - e teimosa! - e mostrar-te que ainda estava magoada.

Porém, já te tinha desculpado e apenas o que residia em mim era mágoa, por não me teres defendido, por deixares dizer tudo aquilo sobre mim. Talvez por saber que ÉS meu e que antes não te tinha que te partilhar com ninguém.

Foi duro não poder ver-te novamente, o teu rosto, cheirar o teu perfume - o de há tantos anos - ou de não ouvir as tuas piadas medonhas. Sabes, foi difícil não olhar para ti e saber que estavas bem - não estavas, já não estavas.

Foi - está a ser - uma experiência aterradora e nenhuma sensação se iguala à dor de te perder, de perder, para sempre, alguém que se ama, alguém que é dos nossos. És meu, irmão! Por mais que odeie a estúpida da mota que te trouxe o teu fim trágico, relembro-me de te ver sempre acompanhado por ela. Ela tinha que ser a tua desgraça, não é verdade?

Como é que ultrapassamos isto? Como é que tento acalmar a mãe e o pai, dizer à avó que temos que seguir em frente, mostrando-me forte se quando me apanho sozinha não consigo pensar assim? Porque é que me arrependo profundamente de nunca te ter dito que te amava! Nunca! Será possível? Demonstrei-to? Não me lembro...

Agora só queria retroceder até ao dia 28 e parar-te. Ou então, estar no teu lugar. Não me importava, sabes? Morrer no lugar de quem se ama não me parece um acto de loucura, parece-me um acto de amor, amor que nunca soube dar e que sempre mereces-te.

As memórias são poucas, os momentos que passámos foram tantos mas a tua mudança, teres mudado de casa - o que me sempre magoou - apagou-me tudo o que tinhamos. Talvez por saber que te queria aqui, por mais que dissesse que não. Talvez por saber que te amava e que éramos demasiado iguais. Talvez por saber que me achavas a menina perfeita e tu o delinquente.

Deixaste-me um presente, a nós, à nossa família e sabes que por mais que o tivesse desprezado até aqui, sempre o quis ao pé de mim. Sabes, o teu filho conquistou-me. Sabes, ele é parecido contigo à maneira dele. Os caracóis que bailam incessantemente e o riso traquina. Até o teu mau feítio tem, já viste? Deixaste-nos, é nosso. É meu. O meu sobrinho. Será que um dia me irá chamar de tia? Será que um dia me reconhecerá?
A maneira como se escondia de mim e se ria, envergonhado, encheu-me o coração de alegria, por mais que ele transbordasse de dor. Mesmo assim, as lágrimas não terminavam e hoje, ainda apática, acho que já não as tenho, porque já não as consigo deitar cá para fora. Das duas uma: Ou porque já as gastei todas nos dois dias mais traumatizantes de minha vida - ter que me despedir de ti e ver-te a desaparecer por entre nós - ou porque tudo isto ainda me parece irreal.

A altura, provavelmente, não é a mais indicada para escrever, para deixar fluir o que sinto, mas precisava de o fazer. Usar as palavras nuas e cruas, usar palavras fortes, porque a dor é forte. Perdi-te. A mãe perdeu-te. Os manos perderam-te. O teu filho perdeu-te. A tua mulher perdeu-te. Todos os teus amigos perderam-te. E sabes, eras amado por todos, toda a gente gostava de ti. Eu gostava de ti. Quero-te aqui.

Se não tivesse que ser forte pelos pais, talvez as coisas seriam diferentes. Talvez estivesse a afundar, sem retorno à vista. Mas sabes, mano, não posso perder os pais também, não os posso perder. Aceitar nunca, mas temos que seguir a nossa vida, temos que o fazer por nós e por ti. Por o teu menino. O nosso Menino. Estás longe, a 2h de distância, a não-sei-quantos km, mas sabes? Estás tão perto que não te imagino longe. Sei que estás a ler o que te escrevo, sei que estás connosco e que sempre que olho para a tua foto, sei que ainda estás aqui. E estás! Seremos para sempre 5, eu e as manas e o mano. E tu! Sempre, eu prometo. Nunca, mas nunca, me irei esquecer de ti. Mas agora, por mais que não me consiga concentrar, por mais que seja difícil, tenho que me focar e fazer-te orgulhar, durante muito tempo, da única coisa em que sou boa: na escola. Irei lutar sempre e, se em algum minuto me esquecer do sucedido, não me relembres. Queres saber porquê? Porque estás sempre comigo e pensar que estás vivo é mais fácil. E estás. Estás longe, mas comigo.

Mano, como é que foi possível? Como é que vamos superar?

Oh, mano, porquê?

Por favor, volta.

Volta...

Faria tudo de novo.

Desculpa por tudo o que disse e o que não fiz.


AMO-TE e ninguém muda isso. E até sempre, esteja o mundo dividido da maneira que estiver, estarás connosco, comigo.

E prometo, prometo que jamais me irei esquecer dos sapatos que te fizeram crescer, das nossas lutas infantis, da música que partilhávamos e das compras que faziamos juntos. Nunca me irei esquecer das brigas, das queixinhas, da tua voz e da tua maneira de ser. Do teu perfume e da tua cor dos olhos - muito parecidos aos meus -, verdes, lindos. Do teu sorriso, do teu cabelo desgrenhado e do teu fio. Oh mano, nunca me esquecerei de ti.
Proteges-me? Eu preciso de ti. Eu quero-te comigo. Diz-me apenas que é mentira e volta. Volta. Volta...

 

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 22:04 | link do post
sinto-me: AMAR-TE-EI SEMPRE!
música: .

Recordo cada momento que passámos para não esquecer; para o tempo não os apagar, visto que a memória já não é o que era e há episódios que nos escapam sem darmos conta;

Lembro cada uma das tuas feições, para não me esquecer do teu rosco de marfim tão perfeito que me fazia sentir uma sortuda por te ter só para mim;

Descrevo-te como um rapaz perfeito, o que faz com que os outros rapazes se roam de inveja por não serem como tu. Realmente, para mim, a meu ver, eras perfeito;

Interiormente, canto as músicas que nos marcaram e que fizeram parte da nossa banda sonora;

Relembro cada toque, cada beijo, cada gargalhada em conjunto, cada gesto teu, cada brincadeira em comum. Recordo também as discussões, as tuas ausências e, por vezes, a tua indiferença que me assustava;

Tento ouvir-te, tento relembrar a tua voz tão característica, bonita de se ouvir, o teu sotaque que diz tanto sobre mim: tu sabes a opinião que tinha formada, sabes o quão gostava do teu sotaque;

Relembro cada telefonema como se ainda estivesse a falar contigo neste preciso momento;

Sabes, agora que partis-te, que desconheço a tua situação actual, relembro-te sim, para não te esquecer.


Fazes-me uma falta terrível e tenho saudades do que éramos. Queria ouvir um acabou, já não gosto de ti... mereço-o, não achas? Como estamos? Que é feito de nós? Sim, há bem pouco tempo éramos um nós e, agora, já nada sei sobre a tua pessoa.


Tu só tens que te relembrar de uma coisa: Contínuo a amar-te, por mais que seja difícil, por mais desiludida que esteja, por mais estranho que pareça.
Quero que voltes, que tentes, ou que desapareças, mas ao menos com motivo aparente.


Voltas?


Continuo à tua espera...


Sabes, na verdade... Relembro-te por te amar, por seres tão importante, por seres tu.


amo-te @

 

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 20:15 | link do post
música: ...
sinto-me: J.
tags: ,

Só quando te perder é que irei dar o devido valor... sempre pensei assim.

Mas porque é que não tem que ser ao contrário? Secalhar só quando me perderes é que irás dar o devido valor. Aliás, sabes tão bem como eu o que sinto por ti e o quão já mudei, já lutei, já fiz para estar bem contigo.

 

E tens razão... preciso de mais. Mais da tua parte.

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 15:20 | link do post
música: Placebo - Happy you're gonne.
sinto-me: Magoada.
tags:

E a música salva-me das armadilhas que pretendem fazer-me cair à primeira oportunidade.

A música faz-me chorar, deitar tudo cá para fora ou até mesmo reprimir o choro até conseguir corromper o último ponto de elasticidade da minha força de vontade.

E a música é isso... Tudo. A minha vida. ♫  ♪

publicado por Fics Da Anuxka ♥ às 13:16 | link do post
música: You Found Me
sinto-me: ESCRITA (aa)
tags:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
comentários recentes
Olá!Eu tenho um blog de fics e de momento estu a e...
tu não fazes a mínima ideia o quanto eu estou feli...
Thanks eheh :tt Ainda bem que gostas :tt Beijinhos...
Obrigada por teres adicionado ^^ Já vou retribuir ...
Oh Ana, eu não acredito... Eu gostava de te dar o ...
Oh Aninha... Estou neste momento a chorar com este...
Oh Ana ... Vê-se que não estás propriamente bem .....
Também sinto exactamente isso quanto aos teus text...
Bem, olá (: .Não era necessário agradeceres, a sér...
Vim aqui para agradecer o apoio que me deste no me...
arquivos
favorito

LET ME LIVE! #8

Posts mais comentados
subscrever feeds
SAPO Blogs